Essa pagina depende do javascript para abrir, favor habilitar o javascript do seu browser!
Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

QUINTAIS PRODUTIVOS AGROECOLÓGICOS EM ÁREAS URBANAS

  • Published: Friday, 16 November 2018 19:25
  • Last Updated: Friday, 16 November 2018 19:46
  • Hits: 396

Projeto de Extensão Universitária atende comunidades vulneráveis no município de Marituba, Região Metropolitana de Belém

O projeto Quintais Produtivos Agroecológicos surgiu a partir da necessidade de se pensar soluções sustentáveis para o aproveitamento produtivo de quintais urbanos no município de Marituba, Região Metropolitana de Belém, visando despertar junto aos moradores de baixa renda dos bairros Nova União, São Francisco e Bairro Novo o interesse por práticas que associem a destinação adequada do lixo e a produção de alimentos sob a perspectiva da agricultura urbana.

Estes bairros concentram 23,2% da população do município, sendo que 42,4% das famílias residentes obtêm rendimentos mensais inferiores a meio salário mínimo. As condições básicas de serviços e infraestrutura urbana são limitadas com coleta irregular de lixo, ruas sem pavimentação e drenagem adequadas, além da precariedade dos sistemas de esgotamento sanitário e de distribuição de água. Esse contexto gera uma situação de intensa vulnerabilidade socioambiental para essas famílias o que as tornou público prioritário para as ações do projeto.

O projeto é conduzido pela equipe técnica e pedagógica do Centro Socioeducativo Fazendinha Esperança (CESEFE), vinculado ao Instituto Pobres Servos da Divina Providência (IPSDP). A equipe é composta pela engenheira agrônoma Antônia do Socorro Aleixo Barbosa (Mestra em Agronomia pelo Programa de Pós-Graduação em Agronomia da UFRA) e pelos pedagogos Kleberson Almeida de Albuquerque e Rosângela Caetano da Silveira. São parceiros estratégicos a Prefeitura Municipal de Marituba (PMM), a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do estado do Pará (EMATER/PA) e o Banco da Amazônia.

A Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA) é responsável pelo suporte nas ações técnico-científicas, sob coordenação do professor Marcos Antônio Souza dos Santos, lotado no Instituto Socioambiental e dos Recursos Hídricos (ISARH) e que compõe o quadro permanente de docentes do Programa de Pós-Graduação em Agronomia (PGAGRO-UFRA). Participam do projeto alunos de graduação e pós-graduação em agronomia da UFRA.

As ações do projeto quintais produtivos foram iniciadas em junho de 2017 e até novembro de 2018 já foram atendidas 64 famílias por meio de capacitações em olericultura, fruticultura, cultivo de plantas medicinais e ornamentais, aproveitamento integral dos alimentos, além do reaproveitamento do lixo com a coleta seletiva de resíduos secos e úmidos, onde o lixo inorgânico está sendo aproveitado para confecção de vasos e artesanatos, e o lixo orgânico utilizado na produção de adubos a partir do processo da compostagem.

As atividades desenvolvidas com as famílias têm proporcionado aprendizados significativos sobre novas alternativas para lidar com o lixo, permitindo uma compreensão mais ampla sobre as interações homem e meio ambiente e sobre o protagonismo que cada família deve desempenhar como responsáveis por uma sociedade mais sustentável.

As repercussões do projeto têm sido muito positivas e, em função dos bons resultados obtidos, se tornou referência para políticas públicas municipais e o seu modelo está sendo replicado pela Prefeitura Municipal de Marituba em projetos de educação ambiental conduzidos pelas Secretarias Municipais de Educação (SEMED) e de Assistência e Desenvolvimento Social (SEMAS), visando um efeito mais abrangente na adoção de práticas sustentáveis, com impactos adicionais sobre a segurança alimentar e a qualidade de vida em outros bairros de Marituba.

Informações:

Prof. Dr. Marcos Antônio Souza dos Santos

E-mail: marcos.santos@ufra.edu.br

registrado em:
Fim do conteúdo da página